Sou autora dos livros “História das Ideias do Zé”, “Escolhas que Brilham”, “Sonha,Zé” e “Os amigos do balacobaco”, infantojuvenis publicados pela Callis Editora e adotados em escolas. O livro “História das ideias do Zé” foi selecionado pelo governo do México para distribuição nas bibliotecas públicas do país. Faço parte do Coletivo Literário Martelinho de Ouro que criou as coletâneas de contos “Serendpt”, editada pela Livrus, e "Sub" editada pela Patuá, além dos fanzines “50 anos daquele 64” e “Fancine”.

Meus trabalhos como atriz incluem as peças "Hécuba”, de Eurípides, protagonizada por Esther Góes com direção de Ariel Borghi, "Toda nudez será castigada", de Nelson Rodrigues, com direção de Olayr Cohan, “Casa de Cinzas, Terra Fechada”, livremente inspirada no livro "Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra", de Mia Couto, com direção de Verônica Veloso.

Participo de saraus e escrevo poesias. Algumas delas e uma de minhas canções, “Amanda”, estão em Caderno de Poesia, nesse site. Quando a vontade é apenas expressar sentimentos eu invento o meu próprio canto, o Almanês.

Acredito na escrita como caminho de desenvolvimento da expressão pessoal e procuro levar essa experiência para as pessoas por meio de oficinas de escrita. Minha raiz é a palavra. Escrita, interpretada, cantada. Espelho de fatos e sentimentos. Criadora de histórias, poemas e canções. Diálogo, reflexão e emoção.

 

Formação e início

Sou formada em Comunicação Social com especialização em Marketing pela ESPM - Escola Superior de Propaganda e Marketing. Em interpretação pela escola de atores da PUC - TUCA. Em Biopsicologia pelo Instituto Visão Futuro.

Trabalhei em agências de propaganda, com forte atuação em planejamento estratégico. Somo isso à minha experiência artística para criar oficinas direcionadas a empresas e ajudar as pessoas a aprimorarem a escrita e a comunicação. Para que se expressem melhor, se relacionem melhor e, nesse processo, coloquem em prática o potencial e a criatividade individual e coletiva.